Segundo a ABRE – Associação Brasileira de Embalagem (www.abre.org.br), no desenvolvimento de qualquer embalagem devem ser observados os seguintes critérios ou aspectos:

  • Aspectos técnicos, produção e funcionalidade
  • Aspectos regulatórios, legislação e certificações
  • Aspectos estéticos
  • Aspectos ambientais
  • Aspectos mercadológicos e econômicos

Aspectos Técnicos

Um dos aspectos mais importantes no desenvolvimento de qualquer embalagem são os critérios técnicos, eles precisam ser observados para que não ocorram problemas de elaboração e produção.

É preciso ter em mente que a embalagem também é um produto da empresa, mesmo que não seja fabricada por ela. O consumidor acredita que produto e embalagem são um conjunto só, pois é nela que ele põe a mão e tudo faz parte do produto. Por isso ela precisa seguir todos os parâmetros de qualidade e controle de produção, além disso, ela vai envolver e proteger o produto e deve ser produzida de acordo com as especificações correspondentes, com todos os aspectos inerentes de segurança, higiene, controle e durabilidade.

A Ficha Técnica

Muitas empresas usam nomes diferentes para a Ficha Técnica, como DLR (Dizeres Legais e de Rotulagem), FCE (Formulário de Controle de Embalagem) e outros. Como cada produto deve ter a sua, é importante que cada embalagem também tenha uma ficha técnica correspondente. Nela vão estar informações diversas sobre a embalagem, seus detalhes de produção, materiais, características técnicas e principalmente as informações que serão inseridas na rotulagem da embalagem, como: conteúdo, peso, tabelas nutricionais, etc.

As informações contidas na Ficha Técnica vão servir tanto para a empresa que vai criar e desenvolver a embalagem como para a que vai produzi-la ou imprimi-la, por isso ela é de extrema importância e seu conteúdo deve ser o mais detalhado possível. Também podem ser incluídas na Ficha Técnica as informações mercadológicas e diferenciais do produto, assim ela pode servir como um bom “briefing” para a empresa de criação.

Vamos listar a seguir algumas informações e exemplos para uma Ficha Técnica típica. Lembramos que cada produto deve conter suas informações específicas e algumas informações que colocamos aqui podem não caber para seu produto e outras podem ser incluídas:

Exemplo de Ficha Técnica

Nome do Produto: Descrição genérica do produto e como ele será chamado internamente na empresa

Ex: Salgadinho de Milho sabor Queijo, Camarão sem casca, Papel Higiênico Duplo.

Tipo de embalagem: Tipo de embalagem que será usada

Ex: Embalagem plástica transparente com impressão, Caixa em papel cartão branco com impressão colorida, Rótulo em papel adesivo.

PAINEL FRONTAL Informações obrigatórias que devem ser colocadas na parte frontal da embalagem
Designação: Nome legal que deve ser colocado na embalagem.

Ex: Açúcar Refinado Cristal, Mel de Abelha Filtrado, Papel Higiênico Folha Dupla.

Obs.: A designação deverá estar impressa em letras de mesma cor e tamanho, em contraste com o fundo, de modo a assegurar sua perfeita legibilidade.

Nome fantasia: Nome promocional

Ex: Açúcar Especial, Mel de Abelha Natural, Papel Ultra Absorvente.

Marca: Nome da marca do produto

Ex: Açúcar Docinho, Mel Abelhita, Papel Confort.

Peso líquido/Quantidade: Descrição do conteúdo

Ex: 300g, 250ml, Contém 4 rolos de 40m.

Declaração de origem: Indústria Brasileira ou Produzido na China
PAINEL SECUNDÁRIO Informações a serem colocadas nos outros lados da embalagem
Ingredientes: Relação dos ingredientes utilizados na fabricação do produto.

Ex: Açúcar Refinado, Mel de abelha e ácido cítrico, Celulose reciclada.

Advertências: Descrição de todas as advertências legais a que o produto esta sujeito.

Ex: Contém Glúten, Contém conservantes, Manter fora do alcance das crianças, Proibida a venda para menores de 18 anos.

Tabela nutricional: Apenas para o caso de embalagens de alimentos.

Existe uma regulamentação específica da ANVISA para as informações da tabela nutricional.

Modo de preparo: Descrição do modo de preparação para o caso de alimentos ou produtos que precisem ser acrescentados ou misturados.

Ex: Ferva durante 15 min., Coloque uma colher para cada litro de água.

OBS: No caso de alimentos é comum colocar alguma receita utilizando o produto como sugestão de consumo.

Dados do fabricante: Endereço, CNPJ, SAC, site, email, fone, caixa postal, etc.
Registro: Apenas para o caso de o produto exigir registro em algum órgão regulador.

Ex: SIF, Min. Saúde, Min. Agricultura.

Modo de Conservação: Informações sobre detalhes de conservação do produto

Ex: Em local seco e fresco, Em temperatura abaixo de 5º C

Lote, Validade Indicação do Lote e Validade do produto

Ex: Vide corpo da embalagem, Válido até nov/2023

INFORMAÇÕES A DESTACAR Informações mercadológicas ou funcionais importantes que devem ser destacadas.

Ex: Enriquecido com Vitaminas A e B, Produto Natural, Ultra macio e absorvente.

OBS: Essas informações são os diferenciais que devem ser destacados para valorização do produto frente à concorrência.

DICA – Tamanho das Letras

Tamanho das Letras – O tamanho mínimo para as informações é de 1,0 mm, com exceções do Peso Líquido, o qual deverá ter no mínimo 3,0 mm e ser colocado na parte frontal da embalagem. Em alguns casos, para embalagens muito grandes o tamanho mínimo exigido pode ser maior de 3,0 mm.

A frase “INFORMAÇÃO NUTRICIONAL” deverá estar em tamanho de fonte maior que as demais informações da tabela.

A Planta de Máquina

Algumas empresas usam outras nomenclaturas para a Planta de Máquina, como: Desenho Técnico, Faca de Corte, etc. Toda embalagem ou rótulo, por mais simples que seja tem que ter sua Planta de Máquina, que é o detalhamento técnico feito de forma planificada da embalagem. Nela estão colocadas todas as informações necessárias que serão usadas, tanto por quem vai criar o layout da embalagem quanto por quem vai fazer a impressão ou produção.

São detalhes como: Tipo de material, quantidade de cores, áreas permitidas para impressão, linhas de dobras, cortes especiais, enfim, tudo que for necessário. É como a planta de uma casa com as especificações de construção.

Veja a seguir alguns exemplos de plantas de máquina para que você possa entender melhor.

Planta de máquina de embalagem tipo caixa

 

Planta de máquina de embalagem para picolé

 

Planta de máquina de embalagem tipo saco para biscoito